sistema de alarme

Quando me refiro à palavra ‘alarme’, é comum que as pessoas pensem primeiro no despertador do celular. Afinal, ele fica projetado todos os dias para alertar alguém em um horário específico. Há também o alarme do carro, de incêndio ou de invasão, por exemplo, que são disparados a partir de um sensor.

E o que todos eles têm em comum? O sinal sonoro!

A origem da palavra ‘alarme’ é derivada do termo arcaico do inglês médio ‘alarum’, cujo significado era usado para se referir ao som de um sino ou de um guarda que sinalizaria perigo gritando em voz alta.

Por isso, o sinal sonoro de um alarme serve para alertar que a pessoa foi detectada e sinalizar o proprietário ou responsável sobre imprevistos que possam estar ocorrendo naquele exato momento, como tentativas de roubos ou danos.

Para tratar deste assunto no âmbito da segurança do seu patrimônio, vou contextualizar sobre o surgimento do sistema de alarmes e relatar o porquê ele é tão importante para as residências, condomínios e estabelecimentos.

Segurança há mais de 160 anos

O primeiro sistema de alarme foi desenvolvido e patenteado em 1853, nos Estados Unidos, pelo Reverendo Augustus Russell Pope. No entanto, alguns anos depois, ele vendeu os direitos da patente a Edwin Holmes, que ganhou fama como o “pai da indústria de alarme contra ladrões”.

No início da década de 1860, as pessoas ficavam receosas quanto ao uso da eletricidade para os alarmes. E em busca de um novo mercado, Holmes saiu de Massachusetts e foi para Nova York, nos Estados Unidos, obtendo sucesso em seu negócio. O crescimento foi gradual, abrangendo até as forças policiais e companhias telefônicas neste sistema.

Após a segunda guerra mundial, novas invenções surgiram e as outras foram aprimoradas. O sistema de alarme ficou mais versátil e já em 1990, se tornou um recurso padrão.

O funcionamento de tal sistema de alarme era feito a partir de sensores magnéticos ligados em paralelos uns aos outros em portas e janelas. Desta forma, quando houvesse a abertura destes locais, o contato se tornava fechado acionando um martelo que tocava no sino alertando quem estivesse nas redondezas, e mesmo que a porta ou janela tornasse a ser fechado havia uma mola na central que continuava acionando o martelo e gerando o alarme.

Como funciona o sistema de alarme atualmente

É notável como o avanço tecnológico contribuiu com novas possibilidades e facilitou a comunicação entre as empresas de alarmes e seus clientes. Hoje em dia, na Eccellenza, o sistema é composto por algumas ações. Veja a seguir:

Proteção Perimetral – Esta proteção é feita por sensores infravermelhos ou de detecção de movimento por imagens e ainda pode ser reforçada com recursos como cerca elétrica ou tela laminada que dificultem o acesso ao imóvel. Neste caso, são instalados em locais estratégicos, a fim de dificultar, impedir ou alertar contra o acesso de invasores.

Alarme – Os sensores disparam o alarme sonoro assim que a invasão é detectada. A potente sirene do alarme já tem um efeito intimidador e sua instalação é feita de forma a dificultar a desativação pelo invasor. Existe também uma opção para que quando os proprietários percebam alguma situação de perigo. Neste caso, o proprietário pode apertar o botão de pânico para disparar o alarme.

Monitoramento 24 Horas – Quando um alarme é disparado, a equipe da Central de Monitoramento imediatamente acessa as imagens do local e avalia todas as informações referentes à ocorrência. A partir dessa apuração, é feito um envio de um supervisor para atendimento presencial e, se necessário, o contato com a polícia. A Central de Monitoramento da Eccellenza opera 24 horas.

Supervisão com viaturas para atendimento presencial – Para manter o local seguro e reforçar a sua segurança, é feito um atendimento presencial dos supervisores, que vão ao local avaliar os motivos do disparo do alarme. Esse processo é acompanhado pelas equipes da Central de Monitoramento.

Manutenção preventiva – Existe uma equipe técnica da Eccellenza disposta a atender com agilidade aos casos em que há necessidade de reparos ou manutenção para garantir o funcionamento dos sistemas de segurança.

Por que o sistema de alarme é tão importante?

O sistema de alarme une segurança e comodidade. Quando você contrata um sistema de monitoramento, você não está protegendo apenas o seu patrimônio, como está também está protegendo a sua família e evitando uma série de dores de cabeça.

Afinal, não existe nada mais desagradável do que viajar e chegar na residência com os bens pessoais revirados. Sem contar a sensação de insegurança que isso traz, pois quando acontece algo deste tipo, muita gente fica desconfortável e com medo de passar pela mesma situação.

Se você tem um empreendimento em outra cidade ou estado, você não vai querer vir de madrugada para resolver imprevistos. A comodidade está ligada a isso – você terceiriza a função e responsabilidade para alguém que é profissional e competente para encarar essas situações.

A sua segurança está atrelada ao conforto e à comodidade. Assim, um sistema de alarme é imprescindível para se ter no seu patrimônio.

Seu patrimônio protegido 24 horas por dia

Os sistemas de alarme da Eccellenza unem modernidade em tecnologia de segurança eletrônica ao serviço de monitoramento 24 horas para garantir a proteção do seu patrimônio. Entre os diferenciais da empresa, está o atendimento presencial dos supervisores, em casos dos disparos de alarmes. Além disso, os clientes têm a opção de contar com um porteiro no local por período indeterminado até o cliente fazer a manutenção durante o imprevisto no local.

Quem contrata o serviço de alarme ainda pode gerenciar o sistema por meio do aplicativo de celular, em qualquer lugar que esteja, através do smartphone ou tablet.

Cada projeto de segurança é elaborado de forma personalizada, considerando as características do imóvel e as necessidades de cada cliente. Proteja você e sua família. Sinta-se seguro!

Carlos Alberto Silva Sobrinho
Consultor de Segurança
Diretor administrativo e operacional 

Deixe um comentário